A-ha! Chegou a hora de falar do Deigo, que ganhou minha simpatia em apenas duas visitas. Um buraquinho escondido na Liberdade, e que descobri, com uma espécie de sensação de… ostentação. Sendo redundante, descobrir algo que é bom, é bom.

O caminho até chegar ao Deigo foi por meio de um amigo de um amigo de um grande amigo. Êta, viagem longa essa…
Lembro que eles me convidaram, um tanto que em cima da hora, para jantar num japa. Mesmo tendo feito minha refeição de horário, algo me fez dar uma passada lá, fiquei curiosa para saber em qual quadrado do bairro eles se escondiam.
Image
Depois de passar a estreita porta que corre, pude ver um pequeno espaço, com mesas ocupadas por executivos japoneses,  a maioria deles vestindo seus ternos e camisas afrouxadas após o expediente, brindando os copos de cerveja.
Donos que mal falavam  português e clientes que pareciam ser habituais compunham o clima estilo tradicionalzão japonês. Me senti fora do círculo, ao mesmo tempo, totalmente envolvida.
image_2
Meia porção de sashimi (R$68,00), com cinco tipos de sushis variados. Entre eles, um deles estava sensacional, outro era perfeito, o outro maravilhoso, outro divino e o último estava um “noossa”. Definições de cada peixe, com comentários acima, que fiquem a critério de cada leitor. Olhem, não é um salmão bege, muito menos um atum rosa…(Diga não à maioria dos rodízios que infestam sp!)
image
Agora, dá uma babada nesse niguiri zushi aburi (R$7,00 a unidade), com o salmão cru levemente maçaricado por cima. O sabor não lembra o peixe cru, muito menos ao sabor do cozido, é diferente, é macio, é estilo. Rs (piadinha interna).
image_5 image_1
Não pude experimentar mais fresco o ouriço do mar da casa, mostrando aqui o temaki de ouriço (R$20,00). O negócio era doce de fresco, ainda que geladinho…
image_3
De prato quente, soba. Ai, esqueci o nome disso. Na verdade, vimos servindo numa mesa próxima, e pedimos “me vê um daqueles”. Dá pra notar a oleosidade, uma vez que não entra um molho para encorpar, mas a fritura da massa conferia um sabor leve de todos os ingredientes, da carne e dos legumes.
image_4
I like it!!  Pode não ser o restaurante estrela em revistas e publicações, mas ganhou um ‘joinha’ meu. Aliás, vários joinhas!~ Recomendo o ouriço fresquinho, para os mais avançados.. E aquele salmão tostadinho lá da foto é essencial… Quem quiser ir, pode me chamar junto! 🙂
Esther
Restaurante Deigo
Endereço: Praça Almeida Júnior, 25 – Liberdade  São Paulo, 01510-010
telefone: (11) 3207-0317
Anúncios